quarta-feira, 16 de maio de 2012

HOMENAGEM AOS CIGANOS - II

LINHA DE CIGANOS NA UMBANDA
Igreja onde esta a cripta de Santa Sara de Kali
Na Umbanda, a Linha dos Ciganos é considerada grande conhecedora das Magias, dentre elas as do Amor, da Prosperidade e da Saúde. Quem nunca viveu a curiosidade de ver sua vida decifrada pela leitura da mão ou pelo jogo de cartas de uma cigana? Simplesmente a magia cigana é fascinante!

O principal, dentre muitos, simbolo dos ciganos é a roda de madeira, a roda dos vurdón, samsara (sânscrito) representando o movimento, o ciclo das nossas existências, da não linearidade do tempo e do espaço. Está estampada na bandeira cigana.

O povo Cigano adora o Lado bom da vida. Vivem cercados de jóias e roupas multicoloridas. Amam o luxo até com um certo exagero (para nós é claro). Entre as jóias destacam-se os brincos, anéis, colares e braceletes, de preferência de ouro e ornados com pedras preciosas. 

Os principais nomes de Ciganos na Umbanda são: Pablo, Vlademir, Ramirez, Alejandro, Dimitri, Escobar, Giuseppe, Igor, Miro, Paco, etc (masculinos); Rosa, 7 Saias, Ciganinha da Praia, Maria Dolores, Esmeralda, Sulamita, Carmen, Carmencita, Yasmim, Madalena, Maria Quitéria, Sara, Ludmila, Lola, Salomé, Dahra, Paola, etc (femininos).

Normalmente, na Umbanda, falam uma mistura de castelhano com português, expressando-se com muita vitalidade, de maneira teatral. Adoram falar, contar histórias e olhar no fundo dos olhos das pessoas. Parece que nenhum deles conhecem a timidez.

A sensualidade nos ciganos e ciganos é marcante, mas algo sutil e expressa de maneira bem calculada, pois a usam com sobriedade. Um misto de beleza e romantismo. Nunca vulgar. Normalmente são sérios e educados, sem perder a alegria. Agem como se fossem lordes e ladys da corte francesa. Mas há também aqueles mais brincalhões que sorriem o tempo todo.

Tratam muito bem as pessoas que o procuram nos terreiros, mas detestam serem mal tratados. situação em que atuam com dureza extrema, não poupando a pessoa do devido castigo.

Em seus trabalhos de magia usam vários elementos, já que são grandes conhecedores desta ciência. Utilizam bebidas variadas, principalmente as doces como champanhe, vinhos finos, martini, campari, etc. Normalmente fumam cigarros e cigarrilhas. Suas comidas são variadas como o pão cigano (pão da virgem negra), frutas em grande quantidade e variedade, destacando-se as vermelhas como maça, ameixa, morango, melancia, uva, e outras como abacaxi, banana, melão, tangerina, etc.

Entre os objetos de magia, destacam-se as cartas de baralho, moedas variadas, pedras coloridas, fitas de tecido de várias cores, incensos, lenços e toalhas bordados, etc. 

Como vestimenta usam roupas coloridas como saias rodadas com rendas e babados, lenços de cabeça, xales, adereços e acessórios finos, etc. Os homens gostam de usar lenço na cabeça e faixas de tecido na cintura, bem como jóias de ouro.

Uns trabalham em pé lendo a mão conversando demoradamente, outros preferem trabalhar sentados em almofadas ricamente adornadas, lendo cartas colocadas em toalhas maravilhosamente confeccionadas.

O fato é que, nas giras de Umbanda, eles são procurados com muita frequência. Suas consultas são disputadas "a tapas". Nesses dias aparecem pessoas que nunca vão ao terreiro, arrastadas como almas sedentas de luz e brilho.

Por fim, gostaria de destacar o encantamento dos ciganos, sua maior magia. Não há quem não se dobre à sua sedução. Suas formas de atuarem fazem desta linha uma das mais qualificadas junto a espiritualidade, onde são vistos como verdadeiros magos.

Salve a Linha dos Ciganos! Salve Santa Sara Kali! Optcha!

Texto de Alexandre Trinidad - Sacerdote de Umbanda



Exu: deve-se temer ou entender?

Em geral, a porção racional da mente, portanto a consciência, nos faz temer aquilo que não conhecemos, como uma estratégia de defesa. O m...